Team SHINee BR » Notícias
Olá, bem-vindo ao Team SHINee Brasil! Estamos aqui para manter vocês informados sobre a boy band sul coreana SHINee. Esperamos que aproveitem todo o conteúdo que o site tem a oferecer. Sinta-se livre para comentar nas nossas postagens e visitar nossa galeria. Não se esqueça de nos seguir nas redes sociais para ficar atualizado 24h por dia!
02.fev 2018

 

Key do SHINee não tem nada além de amor por seu colega Jonghyun!

Em 2 de fevereiro, a Key publicou uma doce foto com a legenda ao lado: “Um presente precioso que acabou de chegar da Coréia. Hyung,  eu amo e sinto tanto a sua falta. Faça tudo o que você quer fazer. #Shinin’ #BeforeOurSpring ”

Na foto, Key orgulhosamente segura o último álbum de Jonghyun “Poet | Artist.”

O álbum póstumo de Jonghyun “Poet | Artist”, que apresenta onze músicas no total, incluindo “Shinin” e “Before Our Spring”, tem recebido muito amor em todo o mundo, entrando na Billboard 200 e liderando o chart mundial de álbuns.


Fonte: Soompi

01.fev 2018

Em 1º de fevereiro, Gaon revelou resultados dos charts para a semana de 21 a 27 de janeiro.

“Good Old Days” de Jang Deok Cheol tomou primeiro e a “Heroine” da Sunmi ocupou o segundo lugar nos charts digitais e de streaming. ” I’m in Love with Someone Else” da Suzy ” ficou em terceiro lugar no chart digital e em quarto no chart de streaming, enquanto o “First Love” de Bolbbalgan4 ocupava o quarto lugar no chart digital e o terceiro no chart de streaming. O “Shinin” do Jonghyun é o quinto no chart digital, e “Contrail” de MoonMoon é o quinto no chart de streaming.

“Shinin” encabeçou o chart de download e é seguido por “I’m in Love with Someone Else” e “Heroine”. No quarto e quinto, estão “Love Scenario” do iKON e “My Flower” do JBJ, respectivamente.

“Shinin” também lidera o chart mobile para ringtones. Em segundo lugar é “Havana” da artista cubano-americana Camila Cabello.

Jonghyun também marcou a lista de álbuns com “Poet | Artista.” O 2° é o “Return” do iKON, o 3° é “After” de Jeong Sewoon, o 4° é “To. Heart”do fromis_9 e o 5° é o “Love Yourself: Her” do BTS.

Pela quarta semana consecutiva, “Mic Drop” do BTS permanece em primeiro lugar no chart social, que é resultado de dados do YouTube, Twitter e YinYueTai. “DNA” também aumentou um ponto para tomar o segundo lugar. “Heart Shaker” e “Likey” do TWICE ocuparam o terceiro e quarto, respectivamente, e “Heroine” ficou em quinto lugar.


Fonte: Soompi

31.jan 2018

Uma vez descrevi Kim Jonghyun como um homem obcecado. Na verdade, grande parte de sua música evoca uma sensação de necessidade desesperadora de algo: amor, ajuda, tempo. Com cada lançamento, houve um aumento audível em seu desejo de alcançar algum tipo de zenith musical. Cada álbum foi construído sobre o anterior em alcance e profundidade musical, nuances e experimentação. Com o seu lançamento final, o intitulado apropriadamente Poet | Artist, Jonghyun atingiu esse pico, de fato estendido além dele para nos dar uma música verdadeiramente elegante.

O álbum abre um pouco como BASE e She Is: uma composição brincalhona com vocais brilhantes para convidar os ouvintes. Jonghyun definitivamente recebe pontos bônus por evitar a necessidade de cair na tendência de Moombah-pop que permeia muito o K-pop agora, optando por laços mais diretos com a música latina, infundindo o som com uma composição mais baseada no Samba. “Shinin” é enganosamente doce, com Jonghyun atraindo você com promessas de felicidade, sorrisos e todas as coisas que as disposições inocentes são feitas:

“Uma aura está em volta da sua pele branca

Mesmoque eu fique cego, eu quero ir mais perto, não sei

Parece que você é o único nesta terra

É só você quem caminha, só você (você, você)”

Mas, tirando uma página do livro de Frank Ocean, a melhor música não era o single.

O álbum começa com seriedade com a segunda faixa. “Only One You Need” desenha da mesma necessidade quase obsessiva que se pode ouvir em músicas como “Cocktail” ou “MONO (Drama)”, se não em composição, certamente na direção vocal. Ele aproveita esse momento para mergulhar mais nas convenções do House, usando a construção clássica: a ilha House que definiu grande parte do som em meados dos anos 90. É um som que fica no topo da maior parte do álbum. São suas inclinações naturais como um homem viciado em sensação, no entanto, que impulsiona isso.

Jonghyun era profundamente sensual, sem se preocupar (se She Is for alguma indicação). “Grease” mostra o quanto ele é brincalhão naquela sensualidade. A música não exatamente acende e explode. A chama já está lá, deixada cintilando depois de um estande de uma noite. O que ele fez em toda a sua inteligência foi gradualmente adicionar mais combustível do homônimo da música e permitir que essas chamas se expandam. Esta é uma moagem lenta com um calor que ferve, nunca deixando o ouvinte (ou o objeto de sua afeição) se arrefecer do toque e queimar, não importa o quanto ele alega querer “limpá-lo, corrigir isso.”

Da tentação do curioso com sua chama sempre incandescente, ele implora aos ouvintes que dêem um pulo de fé, fechem os olhos e simplesmente deixem o brilho pulsante atraí-los. Sua natureza sensual perdia apenas para seu destemor musical. Com “Take a Dive”, ele está submerso em uma emoção, um sentimento sobre alguém que despertou uma curiosidade, depois uma obsessão para descobrir o quão profundo ele pode ir – e talvez a sugestão de que se perca em algo que acrescenta “cores no meu coração uma vez incolor “não seria uma má idéia.

Em “Rewind”, ele retoma os dias originais do House, seu local de nascimento no Centro-Oeste, o sussurro e a sensação do gênero quando foi o primeiro dando passos de bebê na sombra sempre crescente do hip-hop.

Liricamente “Rewind” fala de pairar em um estado de limbo constante, mas seu desejo insistente (novamente, obsessivo) de começar de novo impulsiona a faixa, forçando a letra e a composição a depender umas das outras. Assim, o brilho absoluto deste homem.

Para aqueles que prestam atenção, Jonghyun dominou a arte da mensagem subliminar. A respiração rouca em tudo, sua contagem até três em coreano, inglês, alemão, francês, japonês e espanhol, a palavra “rewind” deixando-nos entregues – uma exibição tão vulgar, ao que parece, a KBS proibiu a música de aparece em transmissões (citando o uso do japonês como indiscrição da música). Eu fui absolutamente obrigado a “rebobinar” a faixa. Era inevitável. Qualquer um que possa cavar tão fundo e ficar firme nas raízes da música House – Estou falando Frank Knuckles, e gotas de Jamie Principle… Neste ponto, eu só tenho que aceitar que, musicalmente, Jonghyun era uma aberração da natureza – naturalmente estranho e pronto para quebrar sua compreensão de quem você pensou que ele era.

Claro, mesmo no final, Jonghyun nunca poderia esconder nada. O álbum parecia ser um tipo de purgamento, o último empurrão de seus músculos criativos, o qual era o arranque até o final. “Before Our Spring”, no entanto, parece ser a última palavra. Mesmo sem tentar ler muito, as letras são muito simples. Este era um homem que estava resignado ao inverno, mesmo proclamando que ele não quer ver a primavera, quer ficar neste momento congelado, onde ver alguém sorrir é suficiente. Mas no final, mesmo com a admissão de que há algo apenas… frio dentro dele que não vai deixa-lo, ele assegura ao ouvinte: “Não se preocupe com o que fazer. Estou bem, a primavera também virá para mim.”

Grande parte da primeira metade do álbum é subjugada vocalmente. Há uma grande suavidade em torno das bordas, nada apressado ou precipitado. É lânguido como um… vamos dar um bom beijo de boa noite por causa da propriedade. Com a natureza sem pressa do álbum, Jonghyun permitiu-se explorar completamente todos os seus gostos musicais. Sua apreciação de várias formas de pensamento musical alimentou sua arte. Embora haja uma corrente secundária do mesmo tipo de empurrão e puxão quase pulsante em Poet | Artist, ele consegue expressá-lo de muitas maneiras. Buzinas para preencher espaços quentes com algum raio de sol. A falta de coração de um piano para estender uma emoção para se encaixar na totalidade de uma música. Pedaços de sexo inteligentes para ilustrar que a ânsia dentro dele era tão profunda que seu poeta precisava explorar e seu artista precisava agir sobre isso.

Jonghyun era uma maravilha musical. Este não é um título de sentimentalismo por causa das circunstâncias em torno do lançamento. Ele entendeu os ângulos da música, as avenidas que você poderia pegar e onde essas ruas acabariam por colocá-lo. Ao mergulhar no R&B, ele cavou profundamente até a alma disso. Quando ele voltou para as origens do armazém do House, ele explorou cada recanto e voltou com ouro. Houve momentos em que acabei me vendo rindo em voz alta, uma reação intestina a algo que me impressiona tanto que me faz sorrir.

Enquanto este foi o último projeto de Jonghyun, não foi uma música que explorava tristeza ou desesperança, pelo menos não na medida em que o que o levou de nós. Não. Esta foi uma celebração pura e não filtrada de música pelo amor da música, uma olhada mais profunda em quem ele era como artista, e sim, um poeta. É a intersecção onde o poeta sentimental se encontra com um artista auto-indulgente. Ele explorou essa dicotomia, dando-nos toda a sua criatividade, aproveitando o tempo para explorar ele mesmo.

A música é variada, os gêneros se fundem um ao outro, como se um pintor nos desse uma paisagem e, então, aniquilasse completamente o que vemos, deixando as cerdas molhadas escorrer na tela. A cena é borrada, enlameada, permitida correr sobre si mesma e até o chão. Eu realmente acredito no Poet | Artist foi a tentativa de Jonghyun de esconder completamente a linha entre as duas entidades. Essa linha vertical dura entre eles é uma teoria, um momento para ele postular: “Bem, e se …?” Com este álbum ele postula que quando você se permite, não pode existir um sem o outro.

2016 foi talvez um dos anos mais dolorosos da memória recente. Há uma série de razões para isso, nenhuma mais óbvia do que a morte de várias figuras mais inspiradas e inspiradoras da música. David Bowie. Prince. Leonard Cohen. Maurice White. Sharon Jones. Phife Dawg. George Michael. Quem teria adivinhado quase sessenta anos depois do que foi apelidado de “The Day the Music Died”, atingiria outro ponto em que parecia que toda a música no mundo desapareceu?

18 de dezembro de 2017. Assim como estávamos tentando enfrentar dificilmente as perdas de Chester Bennington e Chris Cornell, uma semana antes do Natal, outro foi tirado de nós. Não vou entrar no porquê essas mortes em particular, em meio a uma lista de artistas lendários que se destacaram, mas há muito poucas razões para adivinhar, certo? Todos nós acreditamos que nossos artistas favoritos são as criaturas mais incríveis do planeta. Vem com o território, suponho. Não há como negar que Kim Jonghyun foi especial, e o mundo em geral é um pouco mais fraco porque ele não está mais nele.

Ainda dói. É muito bom para o resto da minha vida, ser honesto. Mas agora posso verdadeiramente e com sentimento dizer “Você fez bem, Jonghyun” e significa isso com tudo o que eu sou. Este homem atingiu um pináculo artístico, e ele o fez com sinceridade com classe e absoluto destemor. Tudo o que resta dizer agora é…

Obrigado.


Nota: “Magnum Opus” é uma expressão em latim que significa “grande obra”.

Fonte: Seoul Beats

31.jan 2018

Lee Seung Gi compartilhou uma história memorável de quando ele conheceu Minho do SHINee pela primeira vez e bebeu com ele no mesmo dia.

Durante a conferência de imprensa do seu filme “Marital Harmony”, Lee Seung Gi disse, “O Minho do SHINee apareceu como meu irmão mais novo, e no dia seguinte ao que nos conhecemos, tivemos que filmar uma cena emocionalmente importante. No entanto, como foi a primeira vez que nos encontramos, foi estanho filmar uma cena profundamente emotiva um com o outro.”

Ele adicionou. “Então, com o coração leve, eu disse que deveríamos nos conhecer. Nós fomos a um restaurante Chines local em Hadong County e bebemos um pouco de bom humor. Todos estavam felizes. Era como uma pequena pós-festa. Eu estava feliz também, então bebi álcool chinês.”

Lee Seung Gi explicou, “O dono do restaurante disse que ele tinha em torno de cinco a seis garrafas de álcool, então pensamos que seria o suficiente. Mais tarde, ele comprou mais álcool e nos deu.” Seu co-ator, Jo Bok Hae admitiu “Nós bebemos em torno de 30 garrafas.”

Lee Seung Gi elogiou Minho, dizendo, “No dia seguinte, nós tivemos uma cena de ação, mas Minho estava completamente bem. Nós não tínhamos ideia do que aconteceu no trailer de maquiagem, mas Minho veio e nos cumprimentou perfeitamente bem. Ele tem uma ótima mentalidade.”

“Martial Harmony” será lançado dia 28 de fevereiro.


Fonte: Soompi

30.jan 2018

Embora possa ter sido difícil de ouvir, os fãs mostraram seu amor contínuo por Jonghyun com seu álbum póstumo.

O lançamento do álbum póstumo da estrela do K-pop, Poet | Artist, estreou no 177º lugar na Billboard 200 (com data de 3 de fevereiro) com equivalentes 5.000 unidades de álbuns obtidas na semana que termina em 26 de janeiro, de acordo com Nielsen Music. Nessa soma, 4.000 foram vendas de álbuns tradicionais.

A Billboard 200 classifica os álbuns mais populares da semana nos EUA baseado no consumo multi-metrico, que inclui vendas de álbuns tradicionais, faixas de álbuns equivalentes (TEA)* e streaming de álbuns equivalentes (SEA)**. O resto da soma da unidade de partida de Poet | Artist foi composto por um número mínimo de unidades TEA e quase 1.000 unidades SEA.

Jonghyun é agora um dos poucos artistas do K-pop a traçar na Billboard 200. Até a data, apenas outros 10 atos de K-Pop apareceram no ranking, com Jonghyun como apenas o quarto solista seguindo BoA, G-Dragon e Taeyang. Poet | Artist também é o nº 1 na lista de Álbuns Mundiais da Billboard essa semana, sendo o seu segundo top-chart na lista após Base, seu álbum de estreia de 2015. Isso também coloca Jonghyun em um grupo de elite dos atos de K-Pop a ter múltiplos top-charts na lista, e apenas o terceiro solista a ter mais de um álbum no nº 1, junto de G-Dragon e Taeyang. A banda de Jonghyun, SHINee, também possui dois nº 1 nos Álbuns Mundiais.

Antes do lançamento de Poet | Artist, a gravadora coreana de Jonghyun, SM Entertainment anunciou que os lucros das vendas serão entregues à mãe de Jonghyun, como uma “base para o estabelecimento de uma organização para ajudar aqueles que vivem em circunstâncias difíceis”.

Poet | Artist é um tributo adequado a Jonghyun com músicas destacando o estilo único e exclusivo de crooning to tipo Elvis Presley do cantor, em músicas como “Shinin” – que contém um gancho reconfortante onde Jonghyun canta “Always be with you” – e sua habilidade para música pop experimental, melhor ouvida na dança sinistra de “Rewind”. No entanto, é a musica final, uma balada inspirada em jazz, “Before Our Spring”, que nos dá uma indicação das dificuldades que  Jonghyun enfrentou quando ele repetidamente pergunta “quando” ele vai deixar seu inverno metafórico, entrar na primavera morna e feliz e se sentir melhor.

O mundo tomou conhecimento quando o cantor, compositor, produtor e membro do SHINee, de 27 anos, tirou sua própria vida em 18 de dezembro de 2017. Fãs ao redor do mundo fizeram suas homenagens à estrela, com muitos desapontados por ele não ter sido homenageado no segmento “Em Memória” do Grammy que teve um tributo em consciência ao suicídio (com destaque na morte de Chester Bennington e Chris Corenell), seguido de uma apresentação de Logic, Alessia, Cara e Khalid com seu hino de prevenção ao suicídio “1-800-273-8255.” Jonghyun foi listado na página “Em Memória” do site oficial do Grammy.

 

* track equivalent albums (TEA).

** streaming equivalent albums (SEA).


Fonte: Billboard

30.jan 2018

Shawols que assistem ao drama americano “Lucifer” tiveram uma surpresa especial quando a música de sucesso do SHINee, “Lucifer”, tocou como música de fundo.

Durante o 13º episodio da 3ª temporada da série, há uma cena quando o personagem no drama tenta capturar um traficante de drogas. Durante a cena de luta no episódio, uma música familiar toca de repente no fundo – e não é nada mais que “Lucifer” do SHINee.

‘Lucifer’ é uma série de televisão de drama processual da polícia de fantasia americana, escrita por Tom Kapinos. A primeira temporada estreou na Fox no dia 25 de janeiro de 2016. Caracteriza um personagem criado por Neil Gaiman, Sam Kieth e Mike Dringenberg, tirado da série de quadrinhos “The Sandman”, que mais tarde se tornou o protagonista spin-off em quadrinhos “Lucifer” escrita por Mike Carey, ambas publicadas pela impressão da DC Comics Vertigo.

Assista ao vídeo acima para saber mais (“Lucifer” do SHINee começa a tocar em torno de 0:30 segundos)!


Fonte: KStarLive

28.jan 2018


Em um episódio recente do reality show de BoA e Key do SHINee, os dois falaram sobre a épica festa de Halloween da SM Town e suas fantasias!

Durante o passeio de carro, os dois amigos chegaram a falar sobre seus hábitos de beber, com os dois artistas admitindo que eles não gostavam de beber nas reuniões do SM Entertainment. Key brincou: “Eu não podia beber na festa do SM Halloween por causa da minha fantasia”.

BoA se compadeceu dele, perguntando: “Quanto tempo demorou para fazer a sua maquiagem?” Na SM Halloween Party 2017 Key se vestiu como Marge Simpson, enquanto a BoA vestiu-se como Mario. A festa é conhecida por todas as suas fantasias épicas, e muitos fãs ansiosos para ver as fotos do evento depois.

Key disse: “Na verdade, não levou tanto tempo” e BoA disse: “Sério? Mas você teve que manter seus olhos fechados “, referindo-se a como a maquiagem exigia que ele fechasse os olhos para mostrar o rosto completo do personagem. Key disse: “Eu vou fazer algo mais fácil a partir de agora”. Mas então BoA disse de repente, rindo, “Iron Man?”, Uma referência a épica de Iron Man do Chanyeol do EXO, da mesma festa. BoA acrescentou: “Ouvi dizer que ele andou de seu dormitório [para a festa] vestido assim … porque ele não podia dobrar os joelhos [para entrar no carro]”.

Ela prosseguiu: “Perguntei a Joon Myun [Suho do EXO] por que Chanyeol permaneceu de pé a noite toda e disse:” Ele não pode sentar-se “. Mas Key disse: “Isso fez tudo o que deveria fazer” e um clipe demonstrou como ela se abriu e fechou como a verdadeira armadura de Iron Man.

Quais são alguns dos seus trajes favoritos do SM Town Halloween passado?


Fonte: Soompi

26.jan 2018

SM Entertainment anunciou a criação de um espaço oficial de memorial para Jonghyun do SHINee que permanecerá por alguns meses.

Em 25 de janeiro, a SM Entertainment publicou uma declaração sobre seus planos para o memorial. Eles escreveram, “Preparamos o espaço memorial de Jonghyun para os fãs que generosamente deram seu amor a ele por um longo tempo. Para que o espaço memorial seja um lugar significativo para olhar as lembranças de Jonghyun e seus fãs, agradeceríamos se os fãs apenas deixassem suas cartas mais sinceras. Pedimos sua compreensão. Obrigado.

Os fãs pediram um espaço oficial para o memorial de Jonghyun desde seu falecimento em dezembro.

O memorial será aberto no dia 27 de janeiro às 3 p.m. KST no salão do eventos no sexto andar do SMTOWN Coex Artium, e permanecerá aberto até 30 de abril às 10 p.m. KST.


Fonte: Soompi

26.jan 2018

Quando Taemin do SHINee venceu o Prêmio de Popularidade no 27º Seoul Music Awards, Leeteuk do Super Junior compartilhou uma mensagem dele.

O Prêmio de Popularidade foi determinado pelos votos dos fãs e Taemin foi oficialmente anunciado como o vencedor na cerimônia do dia 25 de janeiro. O colega de marca de Taemin, Leeteuk, foi ao palco para aceitar o prêmio em seu nome

Leeteuk disse que ele enviou uma mensagem para Taemin perguntando o que ele gostaria de dizer para os fãs depois de ganhar o Prêmio de Popularidade, e Taemin o respondeu com uma longa resposta.

Ele leu a seguinte mensagem de Taemin:

Olá, é o Taemin. Estou muito agradecido por ter ganho o Prêmio de Popularidade no Seoul Music Awards. Eu estou indo bem, ultimamente estou descansando e viajando, e experimentando coisas que eu não fui capaz de experimentar antes. Eu tive muitas experiências enquanto trabalhava até agora sem descanso, e fiz muitas memórias. É bom ter um tempo para olhar essas memórias.

Eu agradeço aos fãs que continuaram a me dar muito amor e aos outros que mostraram preocupação. Por favor esperem mais um pouco, porque eu voltarei logo. Obrigado ao Leeteuk por aceitar o prêmio em meu nome mesmo que esteja ocupado.

Feliz ano novo a todos, e cuidem da sua saúde nesse clima frio.

E por fim, a Jonghyun que está me olhando do céu, me perdoe e eu sou muito agradecido. E ao Onew, Key, Minho e Jin, obrigado. Obrigado, Deus.

O Jin que Taemin se refere deve ser o nome do manager do SHINee.

Depois de ler sua mensagem, Leeteuk então pediu a todos para continuarem apoiando o SHINee, dizendo que eles vão voar muito mais alto em 2018.


Fonte: Soompi

24.jan 2018

Jonghyun do SHINee e sua música continua a brilhar no coração dos fãs ao redor do mundo.

O último álbum do cantor “Poet | Artist” foi lançado em 23 de janeiro, às 12p.m (horário coreano). Não apenas recebeu muito amor no próprio páis – com a música título “Shinin’” em primeiro lugar em vários charts em tempo real, – mas também internacionalmente.

Às partir das 8 a.m (horário coreano) no dia 24 de janeiro, seu álbum ficou em primeiro lugar nos charts em 24 países e cidades: Argentina, Brasil, Chile, Dinamarca, Estônia, Finlândia, Grécia, Guatemala, Hong Kong, Japão, Cazaquistão, Macau, Malásia, Noruega, Paraguai, Peru, Filipinas, Rússia, Singapura, Sri Lanka, Taiwan, Tailândia, Turquia e Ucrânia.

Além disso, também ficou em segundo na lista de álbuns do iTunes nos Estados Unidos, também na Australia, terceiro em Portugal e Espanha, quarto na Camboja, quinto na Inglaterra e Nova Zelândia, e sexto na Alemanha e Bélgica. Ao todo, “Poet | Artist” ficou no top 10 de 53 listas de álbuns do iTunes ao redor do mundo.

Todos os lucros obtidos com este álbum serão entregues à mãe de Jonghyun e usados para estabelecer uma organização para ajudar aqueles em circunstâncias difíceis.


Fonte: Soompi



21/Mai
SHINee @ Festa Especial do 9º Aniversário de Debut do SHINee
20/Mai
SHINee @ SWC V em Hong Kong
13/Mai
SHINee @ 2017 THE SHILLA DUTY FREE FAN FESTIVAL